On the road pequenosdicionarionamoroso2

Publicado em outubro 5th, 2010 | por Thiago Momm

1

PEQUENO DICIONÁRIO NAMOROSO

Amor, sm: (1) A idiolatria se passando por idolatria; (2) Devoção confusa e temporária, dulcificada hoje, ácida amanhã, insípida em breve.

Briga, sf: Quando a sinceridade foge do controle.

Celular, sm: O chicote do namoro sadomasoquista.

Ciúme, sm: Preocupação concentrada mais na cerca do que no terreno.

Discutir, vtd: (1) Brigar; (2) Discutir o relacionamento: maneira polida de minar o campo das convicções adversárias, como em “Vamos discutir o relacionamento”, ou seja: “Vamos conversar para que eu prove com educação que você está completamente errado.”

Ex-namorar, vtdi: Ficar com a ex-namorada, relacionamento que dá mais satisfação que antes porque os envolvidos não tem que dar satisfação nenhuma.

Facebook: (1) O banho de sol do presídio. (2) “Ela me amou por 15 meses e 11 contos de réis”, escreveu Machado de Assis. Variação do século 21: “Ela me amou por 15 meses e 1 esquecida minha de Facebook logado.”

Felicidade, sf: “Se duas pessoas se amam não pode haver um final feliz” (Hemingway).

Fidelidade, sf: Assunto discutido 24 horas por dia e respeitado 23.

Manhã, sf: O verdadeiro termômetro. Amar de noite não conta.

Namoro, sm: (1) Fichas concentradas em um único número da roleta, resultando em 1/36 chances de êxito; (2) Passatempo dos momentaneamente enjoados da solteirice; (3) Valorização mútua de status social a partir de um blefe de semicompromisso.

Paixão, sf: Condescendência em contagem regressiva.

Presente, sm: Remorso embalado.

Rolo, sm: (1) Período pré-namoro; (2) Imagens meramente ilustrativas da embalagem.

Sexo, sm: (1) Furo no casco; (2) Bote salva-vidas.

Também, adv: “Também te amo”, ou seja: “Sim, por enquanto continuamos juntos.”

Tatibitate, smf: “Quem troca certas consoantes”, segundo o Houaiss, caindo em linguagem propositalmente infantil, obizunguinhozentebaltadabizunginhaaa e assim por diante. Evite. Não só pelo ridículo. Casais que falam assim terminam depois da primeira conversa normal.

(Quadro: Leonid Afremov)

Tags: , , ,


Sobre o Autor

Jornalista encarnado em literatura, viagens e história, é editor da Naipe, deixou porque quis a reportagem de turismo da Folha de S.Paulo e agora contrai dívidas para viajar. Um dos seus idealismos é emprestar livros do Henry Miller.



One Response to PEQUENO DICIONÁRIO NAMOROSO

  1. Carmelo Cañas says:

    o banho de sol do presídio foi a melhor

Subir ↑