• Pirão
  • Pirão
  • Pirão
  • Pirão the terminal
  • Pirão
  • Pirão
  • Pirão
  • Pirão

PARA VIVER UMA BOA VIDA

setembro 29th, 2014 | por Roberta Ávila

Muitas vezes deixamos a mais importante das questões de lado por tanto tempo que quando a gente percebe está vivendo segundo as regras de outras pessoas

TEMPO

setembro 14th, 2014 | por Lucas Pasqual

Virou à esquerda duas vezes, depois à direita, cruzou uma passarela e enfim avistou o canteiro de obras no fim da quadra. Ainda arfando, entrou e bateu o ponto

SOBRE O GRANDE SARCASMO

setembro 9th, 2014 | por Diogo Araujo da Silva

“A arte deve ser imunda”, “a arte deve ser clara”, “quero uma arte violenta”. Quanta burrice! Prefiro o Led Zeppelin que soou como quis soar, a cada momento

COLETÂNEAS DE AEROPORTO

setembro 1st, 2014 | por Gabriella Figueiredo Santos

Tem nova classe média, jovem e velho, padre e freira, médico e taxista, lojista e arrumadeira, hippie e hype, executiva e madame. É um verdadeiro não-lugar

DO VELHO MUNDO*

maio 18th, 2014 | por Lucas Pasqual

O papel era meio amarelado, com cara de velho. No alto, a data. Ao pé, uma assinatura. Era uma carta

MUITOS ESTADOS UNIDOS

maio 14th, 2014 | por Gabriella Figueiredo Santos

Por mais que eu tentasse não pensar sobre todas as coisas que falam de lá, ainda não sabia muito bem o que esta viagem me reservaria

PARA TOMÉ, NO PRESÍDIO

abril 16th, 2014 | por Nathan Mattes Schäfer

Não teve um rei que dizia: “meu reino por um cavalo”? Eu dava meu reino — vá lá, nem muda de roupa eu tenho. Tendo um reino, entregava todo por um banho de rio

#MEMÓRIA

abril 8th, 2014 | por Gabriella Figueiredo Santos

Sabendo que temos a capacidade de editar nossas memórias, somos mesmo o resultado de tudo que vivemos ou da interpretação de tudo que experienciamos?

VIVER NÃO É PRECISO

março 24th, 2014 | por Débora Rosseto

Não é um conhecimento, não é nada que se possa adquirir. Muito menos passar adiante. A vida se dá aos incapazes - nós

O AMOR CONDENSADO

março 12th, 2014 | por Nathan Mattes Schäfer

O velho buscava esvaziar a cabeça; concentrava-se no cheiro de papel envelhecido, no perfume de moças mais jovens, no virar de páginas que vinha de quando em vez


Subir ↑